sexta-feira, 19 de outubro de 2018


A equipe da Defesa Civil e voluntários, dando apoio na Semana Nacional de tecnologia em Cuiabá.

O evento acontece no estádio da arena pantanal, entre os dias 15 a 21 de outubro. A programação do evento será com muitas atividades para os estudantes, crianças e para as famílias! Jogos interativos, exposições, games, palestras, oficinas e, para quem se interessar o evento é totalmente gratuito.

"Ciência para a Redução das Desigualdades” foi o tema escolhido para a décima quinta edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em 2018.


 A motivação para escolha baseia-se na Agenda 2030, estabelecida pela Organização das Nações Unidas – ONU, e seus 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS, em particular o ODS 10 – Redução das Desigualdades.


O tema da SNCT 2018 permite trazer à tona o debate acerca da contribuição das Ciências Sociais e Humanas para a redução das desigualdades no Brasil. Fomentar os usos sociais da ciência e da tecnologia permitirá ampliar as possibilidades de se combater a desigualdade social por meio da popularização e da divulgação da ciência e da tecnologia.




Fonte: http://snct.mctic.gov.br

Fotos: Lohanna Santos / SAPDEC – MT

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

NUPDEC's – NÚCLEOS COMUNITÁRIOS DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL


Os Núcleos Comunitários de Proteção e Defesa Civil (NUPDECs) são grupos de moradores capacitados, para atuar como voluntários na prevenção, preparação e resposta a possível evento danoso de desastres. A instalação do NUPDEC é prioritária em áreas de risco, em situação de normalidade, atua no planejamento de ações de Defesa Civil que visem a proteção comunitária.

 A formação de NUPDECs está pautado em um dos objetivos da Política Nacional de Defesa Civil.

Orientar as comunidades a adotar comportamentos adequados de prevenção e de resposta e situação de desastre promover a autoproteção.
Os NUPDEC's estabelecem um elo formal entre as Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC's) e a população. 

A implantação do NUPDEC no estado de Mato grosso.

A Defesa Civil Estadual esteve em reunião na data de 01 de agosto de 2018, no distrito de São Pedro de Joselândia, no município de Barão de Melgaço com o objetivo de implantar o primeiro Núcleo comunitário de Proteção e Defesa Civil – NUPDEC do Estado.

Ente os dias 27 a 31 de agosto, foram ministrados 3 cursos na comunidade sendo: cursos de Voluntário em Defesa Civil, Defesa Civil nas Escolas e formação de NUPDEC.
O primeiro NUPDEC, em São Pedro de Joselândia no coração do pantanal, iniciou suas atividades no dia 31 de agosto de 2018, após a formação de sua diretoria.

Com auxílio de nossos colegas da Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa Civil, hoje se realiza um sonho, hoje a comunidade está mais resiliênte!

Curso de Defesa Civil nas Escolas

Curso de Defesa Civil nas Escolas

Curso de Voluntário em Defesa Civil

Curso de Formação  de NUPDEC.


SAPDEC – SECRETARIA ADJUNTA DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL

quinta-feira, 19 de julho de 2018


REUNIÃO SOBRE  A BARRAGEM 

"DARDANELOS"




Defesa Civil Estadual se reuniu nesta quinta-feira (19/07), juntamente com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente, e a Empresa Neoenergia para o seminário de orientações do Plano de Ação de Emergência da Barragem da Usina Hidrelétrica Dardanelos, localizada no município de Aripuanã/MT.
Com objetivo de estudar procedimentos e proposta par viabilizar a instalação dos equipamentos e materiais que tenham influencia em áreas externas ao empreendimento para gestão de emergência.

Informações Gerais da Barragem


Plano de Ação de Emergência, PAE, foi elaborado para estabelecer as ações a serem executadas pelo empreendedor na situação de emergência que ameacem as estruturas da barragem da UHE Dardanelos, tal como preconizado na Resolução Normativa 696/2015 da ANEEL, dando, assim, suporte ás autoridades para desenvolvimento de ações estabelecidas na Política Nacional de Proteção e Defesa Civil- PNPDEC, instituída pela lei federal nº12.608/2012.




quinta-feira, 5 de abril de 2018

DEFESA CIVIL AUXILIA EM AÇÕES 

DE SAÚDE E CIDADANIA.



Serão sete dias de atendimento divididos entre comunidades dos municípios de Santo Antônio do Leverger e Barão de Melgaço (113 km ao sul de Cuiabá).


A secretaria adjunta de Proteção e Defesa Civil do Governo do Estado de Mato Grosso se uniu a outros Poderes do Estado de Mato Grosso com o objetivo de levar serviços de saúde e cidadania para quem reside em áreas alagadas. A abertura da 11ª edição do projeto Ribeirinho Cidadão foi realizada nessa segunda-feira (02.04) na comunidade de Praia do Poço em Santo Antônio do Leverger (34 km ao sul de Cuiabá). O secretário-chefe da Casa Civil Max Russi representou o governador Pedro Taques na solenidade.

Os dois primeiros dias são dedicados a Santo Antônio, e no dia 4 de abril, o projeto segue rumo a Barão de Melgaço e inicia o trabalho na orla da cidade, a partir de 13h30.

“Nesse primeiro dia já foi possível entender a necessidade desse esforço conjunto em trazer os serviços para quem está na ponta.” comentou Max Russi, após passar por dois pontos de alagamento para chegar ao local do evento. “Por isso, o governo investe em ações que permitam o Estado chegar a todos, nesse evento, com o apoio e exemplar trabalho da Defesa Civil”, completou

“Nós fomos convidados para somar na parte de logística e infraestrutura, utilizando a nossa frota náutica e realizando o acolhimento das pessoas. Esse último ponto é justamente a expertise que temos acumulada em eventos de massa, que é a nossa principal linha de trabalho, tentar absorver as demandas da comunidade, acolher e organizar da melhor maneira”, pontou o secretário adjunto de Proteção e Defesa Civil do Estado Abadio Cunha.

O prefeito de Santo Antônio do Leverger, Valdir Pereira de Castro Filho, destacou o trabalho da Defesa Civil e a presença constante dessa força na localidade que necessita dessa atenção, “a população já reconhece os agentes da Defesa e se sentem mais seguros”. O juiz coordenador do programa Justiça Comunitária, que organiza a ação, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues também falou sobre a importância do trabalho da Defesa Civil para a realização do evento que este ano acontece em três eixos no que diz respeito aos serviços a serem oferecidos: cidadania, saúde e ecologia

Ribeirinho cidadão

O evento do Tribunal de Justiça de Mato Grosso é realizado pela parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Casa Civil e adjunta de Defesa Civil, Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas), Secretaria de Cultura (SEC), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

Também são parceiros no evento o governo federal por meio da Superintendência Regional do Ministério da Fazenda e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); e demais integrantes do sistema de Justiça, tais como Defensoria Pública, Ministério Público Estadual, Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MT), Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), além de parcerias privadas, como laboratórios de análises clínicas, organizações humanitárias, profissionais autônomos, dentre outros.








quinta-feira, 22 de março de 2018


SEJA UM VOLUNTÁRIO 

"DEFESA CIVIL SOMOS TODOS NÓS "



               Abertas inscrições para voluntários


O curso tem duração de quatro horas/aula por módulo, totalizando 12 horas. A cerimônia de entrega dos certificados de voluntários de Defesa Civil será no dia 15 de abril. Essas pessoas formadas no curso compõem um cadastro de voluntariado e são contatados por ligação ou mensagem caso surja a oportunidade de atuação em eventos.

Nessa capacitação, pessoas com idade mínima de 14 anos irão aprender a atuar em situações de crise, como primeiros socorros (identificação de risco imediato, respiração boca a boca, massagem cardíaca), noções de combate a princípio de incêndio (identificar o extintor adequado e como usá-lo de maneira efetiva).

Turma 1 - Dia 19, 20, e 21 de março - das 19h às 23h.

Turma 2 - Dia 24 de março (sábado) - das 14h às 18h e dia 25 de março (domingo) – das 7h30 às 11h30 e das 14h às 18h


Outras informações: (65) 9963-5432
Fotos: GCOM 
Fonte: Governo de Mato Grosso

Defesa Civil já formou cinco mil voluntários em Mato Grosso


Pessoas formadas no curso podem atuar em situações de crise, eventos culturais, esportivos e campanhas ambientais.
A | A
Começou nesta segunda-feira (19.03) a capacitação de três turmas no curso básico de voluntário. O curso gratuito é realizado pela secretaria adjunta de Defesa Civil, da Casa Civil do Estado, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Mais de cinco mil pessoas receberam essa formação em 13 municípios desde 2015, e a expectativa dessa edição é formar duas mil pessoas de Cuiabá e Várzea Grande.

Nessa capacitação, pessoas com idade mínima de 14 anos irão aprender a atuar em situações de crise, como primeiros socorros (identificação de risco imediato, respiração boca a boca, massagem cardíaca), noções de combate a principio de incêndio (identificar o extintor adequado e como usá-lo de maneira efetiva).

Os alunos do curso também recebem noções de Defesa Civil, voluntariado e atendimento ao público. Em ações como auxílio à coleta, seleção e entrega de donativos (roupas, alimentos, cobertores), campanhas de limpeza ambiental e combate a endemias. Os voluntários também podem ser convidados a auxiliar em grandes eventos, de cidadania, cultura ou esporte, a exemplo da encenação da Paixão de Cristo.

O curso tem duração de quatro horas/aula por módulo, totalizando 12 horas. A cerimônia de entrega dos certificados de voluntários de Defesa Civil será no dia 15 de abril. Essas pessoas formadas no curso compõem um cadastro de voluntariado e são contatados por ligação ou mensagem caso surja a oportunidade de atuação em eventos.

“O nosso objetivo é que o legado dessa gestão na Defesa Civil seja deixar um corpo de voluntários especializados para situações de crise. Ainda esse ano devemos implementar o segundo nível do curso, proporcionando a formação de voluntários em nível intermediário para atuar em situações de crise como vemos em outros estados, de deslizamentos e alagamentos”, exemplifica o gerente de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil Sargento BM José Bruno de Souza Filho.
O projeto de formação de voluntariado de Defesa Civil foi iniciado pelo secretário adjunto de Defesa Civil Cel. BM Abadio Cunha que realizou a reestruturação da pasta em 2015.

Turmas

A inscrição no curso básico pode ser feita momentos antes das aulas. Basta o interessado apresentar o documento de identidade no auditório da Arena Pantanal (Portão I).
Turma 1 - Dias 19 e 20 das 19h às 23h e 25 de março – das 7h30 às 11h30;
Turma 2 - Dias 22 e 23 das 19h às 23h e 25 de março – das 7h30 às 11h30;
Turma 3 – Dia 24 de março (sábado) - das 14h às 18h e dia 25 de março (domingo) – das 7h30 às 11h30 e das 14h às 18h
Outras informações: (65) 9963-5432

Caravana em Cuiabá

Os voluntários formados no curso básico poderão atuar nos serviços de acolhimento aos pacientes que farão consultas, exames e cirurgias oftalmológicas, assim como o trabalho credenciamento na portaria da 13ª Caravana da Transformação, em Cuiabá.
Além de atendimentos de saúde, a Caravana oferecerá serviços de cidadania.
 A Caravana será realizada entre os dias 16 de abril e 10 de maio, na Arena Pantanal.

Nesta edição serão atendidos os municípios de Cuiabá, Acorizal, Barão de Melgaço, Chapada dos Guimarães, Jangada, Nova Brasilândia, Nossa Senhora do Livramento, Planalto da Serra, Poconé, Santo Antônio do Leverger, Rosário Oeste, Nobres e Várzea Grande.









Autor: Aline Coelho Casa Civil 
Fotos: GCOM
Fonte: Governo de Mato Grosso














segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Defesa Civil de Mato Grosso informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos


População Mato Grossense poderá receber alertas SMS em caso de desastres naturais, a partir desta segunda-feira (19), será inaugurado o sistema IDAP - (Interface de Divulgação de Alertas Públicos) no Estado de Mato Grosso.

Agora, sempre que surgir uma situação de risco, você poderá ser informado, diretamente em seu telefone. Para isto basta cadastrar seu telefone gratuitamente e pronto. Você recebera avisos por SMS em caso de alertas, o sistema tem o objetivo de prevenir, orientando as pessoas quanto aos procedimentos que devem ser adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, entre outras ocorrências.
O Serviço de Alertas por SMS é coordenado pelo Ministério da Integração, em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e operadoras de telefonia móvel. É gratuito e tem como objetivo orientar a população quanto aos procedimentos a serem adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, entre outras ocorrências.
É um serviço inédito no Brasil. "Temos buscado tecnologias que permitam à população estar informada de forma preventiva", destacou o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, na ocasião do lançamento da terceira fase do sistema. "Com a informação, com a tecnologia, podemos poupar vidas e diminuir todos os impactos dos desastres naturais que acontecem pelo Brasil". Desde a implantação, em fevereiro de 2017, foram enviadas 19.387 mensagens de alertas, informando comunidades sobre o risco de desastres. Nos seis estados onde o serviço está ativo, já são 1,8 milhão de celulares cadastrados.

"A população recebe a mensagem informando o que irá acontecer e quais ações ela deve tomar a fim de evitar que as pessoas sejam atingidas por esses desastres", informa Élcio Barbosa, diretor do Cenad, Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração. Ele salienta, ainda, a importância da participação popular junto à Defesa Civil da sua cidade, justamente para conhecer quais medidas devem ser adotadas diante do recebimento de um alerta dessa natureza."


Como  Funciona: 

A mensagem de cadastro começa a ser enviada a partir do dia 19 de Fevereiro, para todos os telefones celulares ativos no estado: "Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse". Ao responder indicando o CEP, o celular do usuário já está apto para receber alertas da Defesa Civil. É permitido cadastrar mais de um CEP.


Os alertas serão produzidos e enviados pelo Cenad, em parceria com os órgãos de Defesa Civil de estados e municípios, assim que forem identificadas situações de riscos que possam acarretar desastres naturais. A qualquer momento, se o usuário desejar, também é possível cancelar o serviço por mensagem de texto.



"Se o morador, eventualmente, não receber o SMS, ele mesmo pode enviar o CEP para o 40199, por mensagem gratuita, e solicitar sua adesão. A partir daí receberá as informações da Defesa Civil", explica o ministro Helder Barbalho. "Com o sistema consolidado, seguiremos avançando para que até o mês de março todos os estados do Brasil estejam disponibilizando o serviço, a fim de evitar vítimas, danos e, de um modo geral, diminuir os efeitos dos desastres naturais no Brasil".


Por Assessoria de Comunicação
Publicação: 16/02/2018 | 15:36

Última modificação: 19/02/2018 | 12:28