segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Defesa Civil de Mato Grosso informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos


População Mato Grossense poderá receber alertas SMS em caso de desastres naturais, a partir desta segunda-feira (19), será inaugurado o sistema IDAP - (Interface de Divulgação de Alertas Públicos) no Estado de Mato Grosso.

Agora, sempre que surgir uma situação de risco, você poderá ser informado, diretamente em seu telefone. Para isto basta cadastrar seu telefone gratuitamente e pronto. Você recebera avisos por SMS em caso de alertas, o sistema tem o objetivo de prevenir, orientando as pessoas quanto aos procedimentos que devem ser adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, entre outras ocorrências.
O Serviço de Alertas por SMS é coordenado pelo Ministério da Integração, em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e operadoras de telefonia móvel. É gratuito e tem como objetivo orientar a população quanto aos procedimentos a serem adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, entre outras ocorrências.
É um serviço inédito no Brasil. "Temos buscado tecnologias que permitam à população estar informada de forma preventiva", destacou o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, na ocasião do lançamento da terceira fase do sistema. "Com a informação, com a tecnologia, podemos poupar vidas e diminuir todos os impactos dos desastres naturais que acontecem pelo Brasil". Desde a implantação, em fevereiro de 2017, foram enviadas 19.387 mensagens de alertas, informando comunidades sobre o risco de desastres. Nos seis estados onde o serviço está ativo, já são 1,8 milhão de celulares cadastrados.

"A população recebe a mensagem informando o que irá acontecer e quais ações ela deve tomar a fim de evitar que as pessoas sejam atingidas por esses desastres", informa Élcio Barbosa, diretor do Cenad, Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração. Ele salienta, ainda, a importância da participação popular junto à Defesa Civil da sua cidade, justamente para conhecer quais medidas devem ser adotadas diante do recebimento de um alerta dessa natureza.

Como  Funciona: 

A mensagem de cadastro começa a ser enviada a partir do dia 19 de Fevereiro, para todos os telefones celulares ativos no estado: "Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse". Ao responder indicando o CEP, o celular do usuário já está apto para receber alertas da Defesa Civil. É permitido cadastrar mais de um CEP.
Os alertas serão produzidos e enviados pelo Cenad, em parceria com os órgãos de Defesa Civil de estados e municípios, assim que forem identificadas situações de riscos que possam acarretar desastres naturais. A qualquer momento, se o usuário desejar, também é possível cancelar o serviço por mensagem de texto.

"Se o morador, eventualmente, não receber o SMS, ele mesmo pode enviar o CEP para o 40199, por mensagem gratuita, e solicitar sua adesão. A partir daí receberá as informações da Defesa Civil", explica o ministro Helder Barbalho. "Com o sistema consolidado, seguiremos avançando para que até o mês de março todos os estados do Brasil estejam disponibilizando o serviço, a fim de evitar vítimas, danos e, de um modo geral, diminuir os efeitos dos desastres naturais no Brasil".


Por Assessoria de Comunicação
Publicação: 16/02/2018 | 15:36
Última modificação: 19/02/2018 | 12:28

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Córrego transborda e alaga ruas em Mirassol d'Oeste


A forte chuva registrada nessa quarta-feira (14) provocou alagamentos e deixou bairros ilhados, em Mirassol d'Oeste, a 329 km de Cuiabá. Na região do córrego do André, por exemplo, a água transbordou e impediu a passagem de carros e pedestres na Rua Senador Henrique de La Roque.

Imagens gravadas por moradores mostram que o volume de água transformou a rua num verdadeiro rio. Os moradores não conseguiam atravessar. Os carros também se aproximavam, mas eram obrigados a voltar.

A moradora Alana Luz conta que, apesar dos transtornos, essa situação é comum. “Toda vez que chove, o córrego do André transborda e alaga as ruas senador Henrique de La Roque e Tancredo Neves”.

De acordo com a Polícia Militar, não houve nenhuma ocorrência grave, por causa da chuva.


Por:LIDIANE MORAES 
Fonte: G1-MT

A MELHOR FORMA DE PROTEGER SUA FAMÍLIA 

É ELIMINANDO OS FOCOS DO MOSQUITO.


Algumas ações que você deve fazer no ambiente que vive/trabalha/frequenta.


O mosquito Aedes aegypti, atualmente transmite Dengue, Zika Vírus, Chikungunya e Febre Amarela Urbana.

Esse mosquito pode interromper sonhos e mudar a história de uma família. No novo episódio da websérie #VivaMaisSus, você vai conhecer a Elcyoni, que é mãe do Guilherme. Ele praticava diversos esportes e era muito dedicado  aos estudos, mas, aos 12 anos, foi vítima fatal da dengue. Atualmente, a Elcyoni busca conscientizar as pessoas sobre a importância de combater o mosquito. Acesse saúde.gov.br/vivamaissus e assista ao novo episódio.


Defesa Civil de Mato Grosso em General Carneiro

A Defesa Civil Estadual no dia (15.02) no Município de General Carneiro juntamente com o Prefeito Marcelo Aquino  e seu secretariado. O município solicitou equipe técnica para dar apoio ao sistema S2ID, pois o mesmo vem sofrendo com as fortes chuvas. A nossa Coordenadoria de Resposta e Reconstrução, instrui o município para que possam fazer um levantamento geral dos danos afetados e inseri-los no sistema S2ID para que Brasília reconheça.






sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018


A nossa equipe da Defesa Civil Estadual  ajuda os municípios no processo de captação.
 Após o reconhecimento fazemos um plano de trabalho para captar recursos para reconstruir os locais destruídos



Municípios de Mato Grosso estão sendo monitorados pela Defesa Civil Estadual, devido a grande quantidade de chuvas registradas. Deste total, três municípios tiveram a situação de alerta reconhecida pela União, enquanto os demais ainda aguardam o reconhecimento e permanecem em observação.
Poconé, Mirassol d’Oeste e Rondonópolis, estão em estado de alerta. Em Mirassol d’Oeste, uma barragem de captação de água se rompeu. Por esse motivo,  25.299 habitantes estão sem o abastecimento de água.
Em Poconé, houve destruição de bueiros, pontes e estradas. Mais de 2 mil pessoa foram afetadas.
Já em Rondonópolis, as chuvas causaram uma erosão de grande proporção em um bairro da cidade, prejudicando cerca de 3 mil moradores.
Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Colniza, Cotriguaçu, Barra do Garças, General Carneiro, São Felix do Araguaia, São José dos Quatro Marcos, São José do Rio Claro e Poconé, não tiveram o estado de alerta decretado, mas seguem sendo monitorados pela Defesa Civil.
Na capital, um trecho da Avenida Senador Metelo, na região com o cruzamento com a Rui Ramos teve que ser interditado pela Defesa Civil Municipal, por conta de uma erosão no asfalto, causada pelas chuvas.
“Cuiabá e Várzea Grande têm seus coordenadores municipais e nos [Defesa Civil] estamos monitorando os trabalhos deles. Havendo necessidade nós iremos auxiliá-los em alguma ação”, disse o Bombeiro Militar.
Os municípios que estão em estado de alerta, devem receber um projeto para reconstrução dos lugares destruídos em breve.
A nossa equipe ajuda o município no processo de captação e retorna. Após o reconhecimento fazemos um plano de trabalho para captar recursos para reconstruir os locais destruídos.

PREVENÇÃO - CHUVAS
Antes:
Não jogue lixo ou entulho no córrego, para não obstruir a passagem
da água;
Não construa próximo a córregos que possam inundar;
Não construa em cima de barrancos que possam deslizar, carregando sua casa;
Não construa embaixo de barrancos que possam deslizar, soterrando sua casa.
Durante:
Se o nível de água estiver subindo, vá com sua família para um lugar seguro;
Não deixe crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo graves doenças, como hepatite e leptospirose.

Depois:
Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito;
Cuidado com a água que for beber: veja se não foi contaminada pela inundação, o que traz sérios riscos à saúde;
Cuidado também com os alimentos: os atingidos pela água estão contaminados;
Em caso de febre, vômitos, diarreias, dores de cabeça ou no corpo, se tiver qualquer outro sintoma de doenças ou alguma dúvida sobre os procedimentos seguros para sua saúde, procure imediatamente o Centro de Saúde mais próximo.

ORIENTAÇÃO
Conforme o último aviso emitido pelo Inmet, o acumulado de chuva no Estado traz o risco de alagamentos e de transbordamentos de rios. Por isso, a Defesa Civil traz as seguintes orientações para se prevenir destas situações.
– Se o nível de água estiver subindo, vá com sua família para um lugar seguro;
– Se estiver numa área inundada, procure evitar o contato com a água;
– Evite cruzar pontes em que o nível do rio subiu;
– Não se abrigue debaixo de árvores isoladas;
– Não se aproxime de cercas de arame, varais metálicos e trilhos;
– Mantenha-se longe de fiação elétrica exposta;
– Se estiver dirigindo, aos primeiros sinais de alagamento procure áreas elevadas para estacionar e aguarde o nível da água baixar
.










































































Administração e Logística garante eficiência na CARAVANA DA TRANSFORMAÇÃO e recebe agradecimento da prefeitura municipal de Rondonópolis 




Por trás dos números e dos benefícios há uma equipe que esforça muito para garantir os materiais necessários ao evento. Coordenados pela Defesa Civil Estadual, são servidores que chegam alguns dias antes e só voltam pra casa depois de tudo desmontado. 

E durante a Caravana, são os primeiros a chegar e os últimos a sair. Muitas vezes anônimos, que organizam tudo para as demais equipes prestarem o melhor serviço à população.


Estamos lisonjeados por receber esta carta de agradecimento da Prefeitura de Rondonópolis. Demonstrando a sua satisfação com a nossa dedicação, para nossa equipe, cumprir com todas essas expectativas é uma grande realização e receber esse agradecimento nos faz querer ser ainda melhores.

Anexo: Carta de Agradecimento Caravana da Transformação