quarta-feira, 15 de julho de 2015

SERVIDORES PÚBLICOS CONCLUEM CURSO 
BRIGADA PAIAGUÁS

Servidores da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) concluíram as aulas do Programa Brigada Paiaguás, desenvolvido pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil de Mato Grosso. Ao todo, 60% dos funcionários da Secid foram capacitados nas áreas de gestão de risco e desastres, primeiros socorros, combate a princípios de incêndio, controle de pânico e plano de abandono de área. O curso conta com carga horária de 20 horas e os certificados serão emitidos pela Escola de Governo.





Na manhã desta quarta-feira (15.07), foi realizado a última etapa do curso: simulação de abandono de área, na sede da própria pasta. Os servidores, que foram capacitados, tiveram que pôr em prática os ensinamentos repassados pelos profissionais da Defesa Civil. A saída do prédio teve início às 10h35 e durou três minutos. De acordo com o coordenador de resposta e reconstrução da Defesa Civil de Mato Grosso, tenente coronel Márcio Paulo da Silva, o teste foi realizado de forma exemplar e ordenada.







Para o secretário Eduardo Chiletto, titular da Secid, a ação desenvolvida pela Defesa Civil mostrou o quanto é importante se ter um ambiente de trabalho seguro. "O programa Brigada Paiaguás nos mostra como é necessário se ter as ações de combate a incêndio dentro de cada secretaria. Durante a simulação foi possível perceber que tudo ocorreu de forma ordenada e tranquila, além de ter sido feito levantamento dos itens de prevenção, como extintores e bombas de água". 





No que se diz respeito a novas ações, Chiletto reforçou que com a finalização do trabalho na Secid, a expectativa é de que os demais servidores que trabalham nos prédios públicos que formam o Centro Político Administrativo também recebam as orientações "e assim possamos ter um CPA mais resiliente, como reza a Defesa Civil de Mato Grosso".


Eduardo Chiletto, Secretário de Estado das Cidades,
e Abadio José da Cunha Junior, Superintendente de Proteção e Defesa Civil 

“Mais do que oferecer amparo e abrigo, queremos ampliar o conceito de proteção.  A intenção é encontrar a melhor forma de proteger, ensinando as pessoas a resistir, absorver e se recuperar dos efeitos de um evento adverso ou desastre”, expôs o Tenente Coronel Abadio José Cunha, Superintendente de Proteção e Defesa Civil de Mato Grosso.  “Com a grande aceitação percebida no desenvolvimento do projeto-piloto na Secretaria de Estado das Cidades (SECID), a qual a Defesa Civil é vinculada, vamos agora apresentar o Programa ao Governador Pedro Taques e assim que tivermos sua aprovação daremos continuidade nas demais Secretarias de Estado”, concluiu  Cunha Jr.





























Fonte: Lisânia Ghisi - Assessoria/Secid
Fotos: Vani Cunha





Nenhum comentário:

Postar um comentário