segunda-feira, 10 de agosto de 2015

TRÊS DIAS DE CURSO. 
APRENDIZADO PARA A VIDA INTEIRA.

Cida Rodrigues
Publicidade/Supdec-MT

A capacitação em Defesa Civil “Mato Grosso Mais Resiliente” foi um sucesso. O curso direcionado aos municípios mato-grossenses foi realizado pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil nos dias 03, 04 e 05 de agosto. A intenção foi ajudar a melhorar os processos de decretação, captação de recursos e prestação de contas em Defesa Civil. 



Já na solenidade de abertura, que ocorreu na manhã do dia 03 de agosto no Palácio Paiaguás, a iniciativa foi prestigiada pela presença do secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Adriano Pereira Junior, do governador de Mato Grosso, Pedro Taques, do secretário de Estado das Cidades, Eduardo Chiletto e de prefeitos de vários municípios do Estado. Na ocasião, o Governador Pedro Taques vestiu literalmente a camisa da Defesa Civil ao ganhar um colete da entidade. Taques ainda destacou que a profissionalização da Defesa Civil é necessária não apenas nos momentos de desastres.





General Adriano Pereira, Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil



Governador Pedro Taques vestindo o colete da Defesa Civil

Para o superintendente de Proteção e Defesa Civil, tenente coronel Abadio José da Cunha Junior, a solenidade vai marcar a história da Defesa Civil de Mato Grosso. “Em 43 anos de existência no Estado, essa é a primeira vez que a Defesa Civil enxerga que alcançou o prestígio merecido ao contar com a presença em seu evento do Governador e do Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil”, comentou Cunha em sua fala de abertura.
A partir da tarde de segunda-feira, a capacitação passou a ser realizada no auditório da Arena Pantanal com aulas direcionadas aos  representantes de Defesa Civil nos municípios.  




Perguntas não faltaram já no módulo CENAD e Plano de Trabalho. Os participantes tiveram acesso a muitas informações sobre o assunto. A palestrante foi a engenheira de Recursos Hídricos no Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD), em Brasília, Andressa Della Justina de Castro. Ela atua na gestão de desastres e na análise das ações de respostas financiadas pelo Governo Federal.


Plano de resposta engloba as ações emergenciais destinadas ao socorro e assistência às pessoas afetadas pelo desastre, bem como medidas necessárias ao restabelecimento de serviços essenciais cuja funcionalidade tenha sido prejudicada pelo desastre.


A manhã do dia 04 de agosto foi reservada para a capacitação sobre sobre o documento que precisa ser elaborado para reconstrução de obras atingidas por desastre: o Plano de Trabalho. Quem passou o conhecimento aos participantes foi um dos responsáveis pela análise de planos de trabalho dos convênios e transferências obrigatórias firmados com o Governo Federal, o analista de Infraestrutura do Departamento de Reabilitação e Reconstrução da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, Ronny Peixoto. 




A gente tem que copiar o que é bom. Essa máxima foi o que motivou a Defesa Civil Estadual a trazer o representante da Defesa Civil do Paraná para o módulo que ocorreu na tarde quarta-feira, dia 04. O Capitão Bombeiro Militar Dorico Gabriel Borba, chefe da Seção de Planejamento da Defesa Civil do Paraná, fez questão de contar tudo o que é feito de melhor  por lá e que pode ser aplicado em Mato Grosso. 




Na manhã de quinta-feira, dia 05, foi a vez da Defesa Civil do Espírito Santo mostrar as melhores práticas de seu Estado. O chefe do Departamento Administrativo da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil do Espírito Santo, José Almeida, deu uma aula de bons exemplos que podem ser usados aqui, pelo Estado e pelos municípios mato-grossenses.




O representante da Superintendência Estadual, Benedito Gomes de Araújo, finalizou a capacitação com o curso sobre o Sistema Integrado de Informações sobre desastres (S2ID), na tarde do dia 05.




O encerramento do curso contou ainda com a entrega dos certificados aos participantes que fizeram a inscrição pela internet antecipadamente. A capacitação de 24 horas foi certificada pela Escola de Governo do Estado de Mato Grosso que, além de providenciar o diploma, ainda ofereceu o apoio pedagógico na elaboração do curso.



Joelson Mattoso, Superintendente da Escola de Governo, entregando o certificado à Coordenadora Municipal de Defesa Civil de Tangará da Serra, Ádila Matana






A capacitação acabou, mas as boas lembranças e o aprendizado ficarão para sempre. Depois de três dias de curso, o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil saiu fortalecido. Muito conhecimento, troca de experiências, aproximação, e acima de tudo, a certeza de que unidos, a Defesa Civil é mais forte.




Fotos: Lisânia Ghisi, Vani Cunha e Cida Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário