sexta-feira, 11 de setembro de 2015

CAPACITAÇÃO DE VOLUNTÁRIOS 
NO INTERIOR DO ESTADO

Lisânia Ghisi
Assessoria/Secid-MT




Para ampliar a rede de voluntários em Mato Grosso, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil inicia neste mês o processo de capacitação de voluntários nos municípios do interior de Mato Grosso. A primeira cidade a receber as orientações será Rondonópolis, nos dias 22 e 23 de setembro. A capacitação acontecerá das 8h às 18h, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, localizado na rua Rio Branco, nº 2.916, no bairro Santa Marta.

INSCRIÇÕES AQUI

Com inscrições sempre abertas, a capacitação visa formar uma Rede de Voluntários de Defesa Civil para atuar antes, durante e depois de desastres ou incidentes nos municípios mato-grossenses. De acordo com o superintendente da Defesa Civil de Mato Grosso, tenente coronel Abadio José da Cunha Junior, a expectativa é capacitar o maior número de pessoas no Estado. “É por este motivo que as inscrições para o voluntariado não se encerram, pois quanto maior o número de pessoas capacitadas melhor será o trabalho desenvolvido junto à população”.  

Conforme o número de inscritos, a equipe de capacitadores se desloca até o município para atender a demanda de voluntários. A formação destas pessoas é necessária para dar suporte aos municípios no que compete às ações da Defesa Civil. 

As aulas abordarão conceitos básicos de Atendimento Pré-Hospitalar (APH), radioamadorismo, combate a incêndio, produtos perigosos e formação de abrigos temporários. De acordo com o superintendente da Defesa Civil de Mato Grosso, Tenente Coronel Abadio José da Cunha Junior, a formação da rede de voluntários no interior é necessária para dar suporte aos atendimentos realizados pela Defesa Civil. 






Segundo Cunha, é a população a primeira a conseguir identificar que a região sofre com algum desastre. “A pessoa sabendo como proceder previamente, contribuiu diretamente para o atendimento especializado que chega em seguida. Além disso, os conceitos abordados durante as aulas auxiliam também no salvamento de vidas”, explica. 
Até o momento 180 pessoas, em Cuiabá e Várzea Grande, realizaram a capacitação inicial e já fazem parte da Rede de Voluntários de Defesa Civil de Mato Grosso.  Também está programado, para os dias 03 e 04 de outubro, o curso em Tangará da Serra. 

Em Rondonópolis e Tangará, a capacitação de voluntários conta com a parceria das Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil de cada localidade.




quarta-feira, 2 de setembro de 2015

#PARTIU CINDACTA 1

Cida Rodrigues
Publicidade/Supdec-MT




A visita a um dos 18 Destacamentos de Controle do Espaço Aéreo (DTCEA) do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I) proporcionou o acesso a muito conhecimento à equipe da Superintendência de Proteção e Defesa Civil de Mato Grosso. Durante toda a tarde de terça-feira, dia 1º de setembro, a equipe foi apresentada aos sistemas e equipamentos que dão suporte às operações do CINDACTA I na unidade localizada no município de Chapada dos Guimarães. 




Para contextualizar as atividades de Controle do Espaço Aéreo, representantes do Destacamento recepcionaram a Defesa Civil Estadual no auditório da unidade, apresentando uma série de informações. 





Além de conhecimentos úteis às atividades realizadas na Defesa Civil, os assuntos expostos ofereceram um grande entendimento sobre o gerenciamento de tráfego aéreo, como por exemplo: Defesas aéreas civil e militar sob controle da Força Aérea - centralização que possibilita patamar de segurança superior ao dos EUA; Uso de proteção em formato de bola para evitar os efeitos dos ventos ao radar; Diferenças entre os tipos de radar: primário, secundário, em UHF e VHF; Unidade de Chapada dos Guimarães é um dos 18 Destacamentos onde estão localizados os meios, sistemas e equipamentos que dão suporte às operações do CINDACTA I (a unidade é responsável pela manutenção dos equipamentos). 




Depois da conversa inicial, a visitação foi acompanhada pelo Sargento Siqueira, responsável pela manutenção dos radares primário e secundário, e pelo comandante do Destacamento, Capitão Josué. 




A melhor novidade ficou para o final da visita e foi contada diretamente pelo Capitão Josué ao Superintendente de Proteção e Defesa Civil, Tenente Coronel Cunha: o tão sonhado radar meteorológico será instalado no Destacamento em breve, dentro dos próximos anos. Um radar que possibilitará previsões meteorológicas muito mais precisas para as ações de Defesa Civil, que ajudará, por exemplo, na emissão de alertas para o população. 


Com as informações e as notícias recebidas, as expectativas em relação  ao trabalho de Defesa Civil no Estado são cada vez melhores. Afinal, o cuidado com as pessoas ganhou mais fundamentação e ainda ganhará um aparato ainda mais eficaz.