quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

CURSO AÇÕES DE DEFESA CIVIL PARA 
CORPO DE BOMBEIROS

Texto: Cida Rodrigues - Publicidade Defesa Civil e Bruna Pinheiro - Assessoria/Secid
Fotos: Cida Rodrigues

As ações de Defesa Civil estão ganhando um grande reforço em Mato Grosso. De quarta, 09, até sexta-feira,11, bombeiros militares de vários municípios participam na Escola de Governo, em Cuiabá, do curso oferecido pela Defesa Civil Estadual. 




É uma parceria que busca integrar os dois órgãos estaduais para assessorar melhor os municípios mato-grossenses em situação de emergência ou de calamidade pública. Como o Corpo de Bombeiros possui Regionais em todo o Estado, busca-se aproveitar essa estrutura de regionalização para promover mais proximidade com os municípios mato-grossenses e garantir a efetividade no atendimento à população. 




Os bombeiros militares estão conhecendo o ordenamento jurídico do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, e aprendendo também a elaborar planos de resposta e plano de trabalho nas ações de atendimento a desastres e a preencher o S2ID (Sistema Integrado de Informações sobre Desastres).  Após a conclusão do curso, eles estarão aptos a apoiar a Defesa Civil Estadual na assessoria aos municípios nas decretações e nas ações de prevenção, resposta e reconstrução. 





Já no primeiro dia de curso, os participantes conheceram de perto cenários com risco de desastre em dois bairros da região do Coxipó, em Cuiabá. Na aula de campo, os bombeiros vivenciaram situações que os ajudaram a entender melhor a atuação da Defesa Civil, que vai desde a prevenção até a reconstrução de estruturas afetadas por desastre.





Um dos instrutores do curso é Washington Duarte, que faz parte da equipe da Defesa Civil Estadual e também é major do Corpo de Bombeiros. Segundo Washington, “muitos bombeiros não sabem como funciona o sistema de informações da Defesa Civil. Esta ferramenta possibilita relatar os danos sofridos nas cidades e viabilizar a captação de recursos para a recuperação dos prejuízos. Capacitando esses militares no atendimento e fornecimento das primeiras informações, a população será diretamente beneficiada”.



Nenhum comentário:

Postar um comentário