segunda-feira, 2 de maio de 2016

GUERRA CONTRA O AEDES: TERCEIRA AÇÃO INTEGRADA EM CUIABÁ

Os bairros da região do Coophema, em Cuiabá, foram o cenário da terceira ação integrada de combate ao Aedes Aegypti no último sábado, 30.  Cerca de 100 equipes formadas por um aluno do curso de formação de Bombeiros Militar, um aluno do curso de investigador da Polícia Civil e um voluntário de Defesa Civil visitaram casa por casa nos bairros Nossa Senhora Aparecida, Vista Alegre, Coophema, Jardim Gramado e Parque Geórgia.

Mais uma vez o objetivo da ação foi levar aos moradores as orientações sobre  os criadouros preferenciais e as formas de combater o mosquito transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya.

A abertura da ação integrada contou com a participação do Secretário Executivo de Segurança Pública, Carlos Correia Ribeiro Neto, do  comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Júlio Cesar Rodrigues, do diretor da Academia de Polícia Judiciária Civil, delegado Carlos Fernando da Cunha, da Secretária Adjunta da Secretaria de Estado de Saúde, Maria Salete Ribeiro e do superintendente da Defesa Civil Estadual, ten. Cel. Abadio José da Cunha Jr.

Alunos da escola estadual Hermelinda de Figueiredo, que fica no bairro Coophema, também prestigiaram a abertura da ação. Munidos de faixas e cartazes, os estudantes mostraram que podem e querem contribuir na guerra contra o mosquito. 

Após a abertura e concentração em um dos campos de futebol do parque estadual Zé Bolo Flô, cerca de 300 integrantes, divididos em equipes, partiram para as ruas  especificadas pela Defesa Civil. Cada equipe saiu com uma ficha e a sua rua identificada no mapa, abordando cada casa para orientar o morador e realizar a inspeção do local e o controle mecânico dos possíveis depósitos de ovos do Aedes Aegypti. Quando identificados focos do mosquito, agentes municipais de endemia eram acionados para aplicação do larvicida. Em pouco mais de duas horas de atividade foi possível trabalhar 2.405 residências nos cinco bairros visitados.


Para a voluntária de Defesa Civil, Vanessa Albuquerque, é muito importante levar informações diretamente para a comunidade. “Para mim é gratificante fazer o bem, passando as informações adiante. A gente vai de casa em casa, assim cara a cara as pessoas entendem melhor as orientações.  Sinto que os moradores gostam da nossa visita”, contou a voluntária.

Parte dos voluntários presente na ação integrada. Pessoas que dão muito de si para ajudar o próximo.

Fonte: Cida Rodrigues | Publicidade Defesa Civil Estadual
Fotos: Cida Rodrigues e Vani Cunha

Nenhum comentário:

Postar um comentário