terça-feira, 25 de outubro de 2016

Porto Esperidião recebe mais de R$ 4 mi para reconstruir pontes

Ana Sampaio | Assessoria Secid-MT

O município de Porto Esperidião (330 km de Cuiabá) recebeu R$ 4,5 milhões do Ministério da Integração Nacional para reconstrução de nove pontes que foram levadas por enxurradas registradas no início deste ano. O valor é em resposta ao decreto de situação de emergência emitido pela cidade com auxílio da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT), por meio da adjunta de Proteção e Defesa Civil de Mato Grosso.
Foto: José Medeiros/Gcom-MT
A enxurrada afetou cerca de 600 pessoas, equivalente a 5% da população rural do município. Comunidades indígenas chegaram a ficar três meses ilhadas. De acordo com o levantamento da coordenadoria de resposta e reconstrução, dias depois do acontecimento os prejuízos somavam pouco mais de R$ 1,6 milhão, entre danos públicos e privados. As nove pontes que foram arrastadas pelas fortes chuvas, em janeiro, eram de madeira e serão reconstruídas de concreto.

Conforme o secretário adjunto da Defesa Civil, tenente coronel BM Abadio Cunha, a resposta do Governo Federal foi essencial. “Estamos muito felizes pelo município, pois foi um processo do início do ano, que só foi atendido com celeridade porque estamos acompanhando pessoalmente todos que são encaminhados após as decretações de emergência. Em breve, os outros municípios que foram atendidos este ano pela Defesa Civil vão receber as verbas. E estamos trabalhando também para que os processos anteriores a nossa gestão sejam analisados e cada localidade receba os repasses para reconstrução dos danos causados pelos desastres”, explicou.

O coordenador de resposta e reconstrução, major BM Washington Duarte, destacou que o problema foi de grande proporção e deixou em situação difícil, principalmente a população fora do perímetro urbano. “Foi um desastre de grande porte, pois atingiu a população rural, que geralmente têm moradias distantes umas das outras. As pontes que antes eram de madeira serão reconstruídas, mas agora de concreto”, explicou.

Conforme o prefeito de Porto Esperidião, Gilvan de Oliveira, essas serão as primeiras pontes de concretos a serem construídas no município. “Recebemos a notícia com muita alegria. Sabemos e reconhecemos o trabalho da Defesa Civil junto ao Ministério das Integrações para que fosse rápido esse retorno. Com certeza um trabalho bem feito. Agradeço a Defesa Civil, ao governador Pedro Taques e ao secretário Eduardo Chiletto, que acompanharam de perto a situação com todo suporte necessário”, relatou.


Em 2016

A gestão realizada pela Defesa Civil junto ao Governo Federal apresenta resultados significativos para Mato Grosso. Somente em 2016, foram R$ 30,6 milhões de verbas repassadas pelo Ministério das Integração a municípios que decretaram situação de emergência. E os números devem subir até dezembro.

“São processos da nossa gestão e de gestões anteriores que não recebiam a atenção devida dos antigos gestores. Estamos na expectativa para que mais cinco municípios recebam verbas. Tudo fruto de muito trabalho para que possamos apresentar uma resposta positiva à população mato-grossense”, pontuou Duarte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário