segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Campo Novo do Parecis
MORADORES SE UNEM PARA AJUDAR POPULAÇÃO ATINGIDA POR ALAGAMENTO

Caroline Lanhi | Gcom-MT 
Trabalho dos voluntários é coordenado pela Defesa Civil do Estado, que está no município desde sábado (11.02)

“Deixei tudo em casa, desde ontem cedo que a gente está nessa luta e vamos conseguir”. Quem garantiu foi a artesã Maria Heidemann, de 56 anos, que, na manhã do último sábado (11.02), decidiu ser voluntária na arrecadação de doações para quem perdeu quase tudo no alagamento que atingiu Campo Novo do Parecis. As entregas dos kits com roupas e mantimentos começaram na tarde desta segunda-feira (13.02), após levantamento realizado nas 750 casas atingidas.

Assim como Maria, centenas de moradores se juntaram à Defesa Civil do Estado e à Segurança Pública para confortar e ajudar as três mil pessoas atingidas pela inundação, conforme dados da Defesa Civil do Estado. Pelos cálculos da instituição, só no sábado, 300 pessoas atuaram como voluntários, sendo eles 200 populares e 100 funcionários do Executivo Municipal.

Quando a água começou a subir, na madrugada de sábado, a mobilização já era grande. Cada um ajudava como podia, inclusive com barcos, botes e caiaques. Quando Pedro Henrique Finoto acordou, o celular dele estava cheio de mensagens de amigos do grupo de pescaria. A ideia era reunir o maior número de embarcações para ajudar na retirada das famílias. Às 7h30, Pedro, que tem 33 anos, estava no Bairro Jardim das Palmeiras, juntamente com os colegas.

No domingo (12.02), no ginásio municipal, os voluntários trabalhavam sem parar, recebendo, selecionando e separando as doações que não paravam de chegar. Apesar do drama, o prazer em poder ajudar quem havia perdido quase tudo mantinha o brilho no olhar dos voluntários. “A gente se disponibiliza e luta por eles. É muita satisfação, um sentimento que não tem como falar”, tentou descrever Vanessa Saboia Pitta, de 57 anos, sempre com um sorriso no rosto.


Doações

Conforme dados da Defesa Civil do Estado, que coordena a ação em Campo Novo do Parecis, foram arrecadados cinco mil quilos de alimentos, que resultaram em 650 cestas básicas –suficientes para manter por 30 dias uma família de quatro pessoas. Com a união e a solidariedade dos moradores, a instituição também reuniu 2.500 peças de roupa, 350 colchões, 2 mil litros de água, 250 travesseiros, 200 caixas de leite, além de outros produtos. A arrecadação foi encerrada às 18 horas de domingo.

Na manhã desta segunda-feira, 70 voluntários passaram de casa em casa para levantar as necessidades de cada família e, após o almoço, iniciou a distribuição dos donativos, mesmo embaixo de chuva.

Segundo o gerente de articulação e comando da Defesa Civil, sargento BM Wagner Rosa, que acompanha as ações no local, o estado de alerta está mantido e as equipes da Defesa Civil estão no bairro Jardim das Palmeiras para monitorar a situação. “As famílias que estavam abrigadas na escola municipal do bairro já retornaram para casa, mas toda a estrutura montada na escola continua à disposição dos moradores para atendê-los a qualquer momento”, assegurou.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário