quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Atualização dos voluntários da Defesa Civil de Mato Grosso





Perfil dos voluntários da Defesa Civil de Mato Grosso

Este questionário visa traçar um possível perfil das pessoas que se voluntariam para trabalhar conjuntamente à Defesa Civil de Mato Grosso. As informações aqui passadas deverão ser o mais fidedignas possível, e em caso de dúvida, responda o mais próximo do que você se lembra. Agradecemos desde já a sua disponibilidade para participação.

Favor acessar o link abaixo para realizar a sua atualização.  


https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSde0uFm2JkXdnULiQ9w_hd9RFmCS8LqosxG7lJJErIi-H65Rg/viewform?c=0&w=1

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018


Solenidade de Comissão Municipal de Defesa Civil de Cáceres - COMDEC



O Secretário Adjunto de Proteção e Defesa Civil  Cel. BM Abadio José da Cunha Junior juntamente com sua equipe, estiveram presente na solenidade de posse dos novos membros da Comissão Municipal de Defesa Civil de Cáceres - COMDEC,  que aconteceu nesta sexta-feira (26/01), no Centro Cultural de Cáceres/MT.

Confira a composição da Comissão Municipal de Defesa Civil de Cáceres:

Secretaria Municipal Especial de Assuntos Estratégicos
Titular: WILSON MASSAHIRO KISHI
1º Suplente: LUIZ HENRIQUE DE OLIVEIRA ALVES
2º Suplente: RONIVON BARROS DA SILVA

Secretaria Municipal de Assistência Social
Titular: ELIANE BATISTA
1º Suplente: HIGOR FAUBER LEMES DE OLIVEIRA
2º Suplente: CRISTIANE MALHO ABBADE GOUVEIA SEBASTIÃO

Secretaria Municipal de Saúde
Titular: ROGER ALESSANDRO RODRIGUES PEREIRA
1º Suplente: SILVANA MARIA DE SOUZA
2º Suplente: SILVIA ROBERTA ORTIZ

Secretaria Municipal de Infraestrutura e Logística
Titular: MARINEIDE WEBER W
1º Suplente: DÊMIS ROGÉRIO RODRIGUES COSTA
2º Suplente: WESLEY DE SOUSA LOPES

Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Econômico
Titular: ALESSANDRO DE OLIVEIRA SOARES W
1º Suplente: RENATA DE ALMEIDA LEITE W
2º Suplente:RENAN TOMAZ SALOMÃO W

Secretaria Municipal de Educação

Titular: ORISVALDO JOSÉ DA SILVA W
1º Suplente: CRISTIANE APARECIDA DA SILVA BARBOSA W
2º Suplente: CRISTIANE SANTANA ARRUDA W

2ª Companhia Independente de Bombeiro Militar

Titular: 2º Ten BM PAULO FELIPE DOS SANTOS W
1º Suplente: 2º Ten BM JAIR DE PAULA FELISBINO W
2º Suplente: 1º Sgt BM JOSÉ CARLOS DA MOTTA

6º Batalhão de Polícia Militar do Estado de Mato Grosso

Titular: Ten Cel PM WALDEZ MOURA TAPAJÓS W
1º Suplente: Maj PM FERNANDO FRANCISCO TURBINO DOS SANTOS W
2º Suplente: 2º Ten PM DANIEL STEFANO

2º Batalhão de Fronteira – 2º Bfron

Titular: Cap. LUIS EDUARDO SOARES DE OLIVEIRA MARASCHIN
1º Suplente: Cap. OSVALDO PAIVA HENRIQUES
2º Suplente:

Marinha do Brasil – Agência Fluvial de Cáceres

Titular: 1º SG-MR ALESSANDRO APARECIDO FERRAZ DOS SANTOS
1º Suplente: 2º SG-IF EVERALDO DOS SANTOS DAMASCENO
2º Suplente: 3º SG-PL BRUNO JHÔNATAS DA SILVA PIRES

Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental

Titular: Cap. PM ROOSEVELT MARCOS BARROS DA SILVA
1º Suplente: Sub-Ten PM ADRIANO FERNANDES PARABÁ
2º Suplente: 2º Ten PM RR LUIS OLIVIO SOUZA NEVES

3ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

Titular: KHRISTIAN SANTANA RAMOS
1º Suplente: GASPAR SCHMIDT
2º Suplente:

Cruz Vermelha Brasileira - Cáceres

Titular: FÁBIO DUARTE DA COSTA
1º Suplente: SUELLEN ROJAS NEPOMUCENO
2º Suplente: NILCEIA DA SILVA FERREIRA

Câmara Municipal de Cáceres

Titular: JERÔNIMO GONÇALVES PEREIRA
1º Suplente: RUBENS MACEDO
2º Suplente: ELIAS PEREIRA DA SILVA

SESI Clube de Cáceres

Titular: MÁRCIO ALVES
1º Suplente: THIAGO BRANDÃO
2º Suplente: EDILAINE CAMPOS

Rotary Club de Cáceres

Titular: JOSÉ MARCOS AURÉLIO RAMOS DA SILVA
1º Suplente: LINO TADEU TAVARES ALVES
2º Suplente: CAETANO CARLOS FALONE

IFMT

Titular: ANDERSON RITELA
1º Suplente: CARLOS ALBERTO SANTOS
2º Suplente: ANA LETÍCIA DE OLIVEIRA

Unemat

Titular: MARCO ANTONIO PAGEL

Fapan

Titular: LÚCIO RIBAS VASQUES
1º Suplente: GRACIELY ALMEIDA RICCI
2º Suplente: GABRIEL GOMES PIMENTEL

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Defesa Civil,  SES  e VG se unem para enfrentar epidemia da febre chikungunya.


Equipes gestora e técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e da Prefeitura de Várzea Grande alinharam nesta quinta-feira (25.01) ações para o enfrentamento da epidemia da febre chikungunya que acomete o município. De acordo com o último boletim epidemiológico da SES, Mato Grosso registrou 3.617 casos de febre chikungunya em 2017, um aumento de 184% em comparação a 2016, que teve 1.275casos notificados.

Um dos municípios que contribuiu para esta estatística é justamente Várzea Grande, que já contabiliza cerca de 1.800 casos notificados somente nas três primeiras semanas de 2018. Ainda segundo o Boletim nº 45 da Vigilância Epidemiológica, em 2016 foram registrados na cidade quatro casos e, em 2017 o número subiu para 2.350 casos notificados. Há um óbito pela doença confirmado no município.

Durante a reunião, Estado e município uniram forças para controlar a epidemia. Técnicos da Secretaria de Saúde de Várzea Grande apresentaram um projeto de enfrentamento e a SES vai apoiar com veículos, insumos e qualificação técnica. A Defesa Civil Estadual também participa da força-tarefa.

Alexandre Peron, coordenador em substituição da Vigilância Epidemiológica do Estado, reconhece o esforço da Prefeitura de Várzea Grande e a eficiência do plano de contenção e destaca o apoio que a SES.

Porém, alerta para a importância da mobilização no combate ao vetor da doença, que é o mosquito Aedes aegypti, transmissor não só da febre chikungunya como da dengue e da zika. Alexandre Peron reforça a necessidade de os moradores manterem seus quintais limpos, livres dos focos do mosquito.


O coordenador ainda chama a atenção da população para procurar a unidade de saúde mais próxima ao notar sintomas da doença, para evitar que os efeitos se tornem crônicos e passem para o estágio mais avançado.






26/01/2018 - Assessoria SES/MT

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Em 2017, 30 municípios receberam mais de R$ 60 milhões em auxílio federal para situações de emergência com o apoio da Defesa Civil.


A Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa Civil do Estado, da Casa Civil, monitora nove municípios atingidos pelas fortes chuvas dos últimos dias. Desses, três solicitaram a Decretação de Situação de Emergência. São eles: Poconé, Rondonópolis e Mirassol d´Oeste. A Defesa Civil do Estado acompanha, orienta e homologa as solicitações de Situação de Emergência. A Adjunta também realiza o monitoramento da previsão do tempo para as áreas atingidas pelas chuvas conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O Major BM Maurício Ferreira, que responde provisoriamente pela Secretaria Adjunta da Defesa Civil, relata que em Poconé 10 pontes foram destruídas pelas chuvas. Em Rondonópolis, o excesso de água causou enxurrada e erosão, deixando 10 pessoas desabrigadas. Já em Mirassol ocorreram estragos pela chuva intensa.


Em 2017, 34 municípios de Mato Grosso solicitaram a Decretação de Situação de Emergência. Com o auxílio da Defesa Civil eles requereram um montante de R$ 124.881.351,32 ao Governo Federal por meio do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil para 243 ações e obras de reconstrução. Desse total, foram liberados R$ 63.574.629,33 e mais de R$ 25 milhões ainda estão em análise.


Prevenção

Para inserir as necessidades do município, a solicitação da decretação de situação de emergência e o envio de recursos aos municípios, é preciso que o município possua a da Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compedec). Apenas o coordenador desta pode acessar o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil e realizar as ações necessárias.

O secretário-chefe da Casa Civil Max Russi conta que em 2017 foram realizados seis cursos de formação de coordenadores em municípios polo do Estado. São eles: Alta Floresta, São José dos Quatro Marcos, Sinop, Barra do Garças, Juína e Rondonópolis, totalizando 116 pessoas de 31 municípios capacitadas. “Com a formação, o Estado passou em 2017 de 30 para 44 Coordenações Municipais de Proteção e Defesa Civil (Compedec), e mais 3.530 voluntários foram formados em cursos de Voluntariado em Defesa Civil em oito municípios”.

O Major BM Maurício Ferreira pontua que por muitas vezes os gestores só lembram que precisam da coordenação no momento que o desastre acontece. Por isso, a Defesa realizou o trabalho de formação e prevenção indo até os polos.

O coordenador de preparo e prevenção da Defesa Civil Benedito Gomes conta que as formações já demonstram resultados na prevenção. Pois alguns municípios que receberam formação no último ano já conseguem evitar as situações de emergência. É o caso de Primavera do Leste. O município realizou a limpeza de bocas-de-lobo e bueiros. E em Alta Floresta o município reforçou a estrutura de pontes e vias vicinais. 


Aline Coelho | Casa Civil