sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Em 2017, 30 municípios receberam mais de R$ 60 milhões em auxílio federal para situações de emergência com o apoio da Defesa Civil.

Defesa Civil auxilia municípios em situação de emergência


A Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa Civil do Estado, da Casa Civil, monitora nove municípios atingidos pelas fortes chuvas dos últimos dias. Desses, três solicitaram a Decretação de Situação de Emergência. São eles: Poconé, Rondonópolis e Mirassol d´Oeste. A Defesa Civil do Estado acompanha, orienta e homologa as solicitações de Situação de Emergência. A Adjunta também realiza o monitoramento da previsão do tempo para as áreas atingidas pelas chuvas conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
O Major BM Maurício Ferreira, que responde provisoriamente pela Secretaria Adjunta da Defesa Civil, relata que em Poconé 10 pontes foram destruídas pelas chuvas. Em Rondonópolis, o excesso de água causou enxurrada e erosão, deixando 10 pessoas desabrigadas. Já em Mirassol ocorreram estragos pela chuva intensa.
Em 2017, 34 municípios de Mato Grosso solicitaram a Decretação de Situação de Emergência. Com o auxílio da Defesa Civil eles requereram um montante de R$ 124.881.351,32 ao Governo Federal por meio do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil para 243 ações e obras de reconstrução. Desse total, foram liberados R$ 63.574.629,33 e mais de R$ 25 milhões ainda estão em análise.
Prevenção
Para inserir as necessidades do município, a solicitação da decretação de situação de emergência e o envio de recursos aos municípios, é preciso que o município possua a da Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil (Conpedec). Apenas o coordenador desta pode acessar o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil e realizar as ações necessárias.
O secretário-chefe da Casa Civil Max Russi conta que em 2017 foram realizados seis cursos de formação de coordenadores em municípios polo do Estado. São eles: Alta Floresta, São José dos Quatro Marcos, Sinop, Barra do Garças, Juína e Rondonópolis, totalizando 116 pessoas de 31 municípios capacitadas. “Com a formação, o Estado passou em 2017 de 30 para 44 Coordenações Municipais de Proteção e Defesa Civil (Conpedec), e mais 3.530 voluntários foram formados em cursos de Voluntariado em Defesa Civil em oito municípios”.
O Major BM Maurício Ferreira pontua que por muitas vezes os gestores só lembram que precisam da coordenação no momento que o desastre acontece. Por isso, a Defesa realizou o trabalho de formação e prevenção indo até os polos.
O coordenador de preparo e prevenção da Defesa Civil Benedito Gomes conta que as formações já demonstram resultados na prevenção. Pois alguns municípios que receberam formação no último ano já conseguem evitar as situações de emergência. É o caso de Primavera do Leste. O município realizou a limpeza de bocas-de-lobo e bueiros. E em Alta Floresta o município reforçou a estrutura de pontes e vias vicinais. 
Aline Coelho Casa Civil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário